Uma das maiores preocupações que temos quando as crianças entram na fase de 6 anos é sobre: Qual escola escolher? Não que a creche, não seja complicada, mas é na escola que eles compreendem que são indivíduos e fazem parte de um contexto que de início, não os pertencem. 

Qual mãe nunca viu seu filho chorar no primeiro dia de escola ou que não queria ir?

A transição para as crianças pode ser muito difícil, sem apoio e acompanhamento dos pais, se torna um pesadelo.

Então, o mais importante a fazer é programar uma aventura entre pais e filhos, seguindo alguns passos:

1-  Pesquise na internet as escolas mais recomendadas, com melhores referências; 

2-  Agende uma visita na escola para conhecer a estrutura, o corpo docente e a metodologia de ensino junto com seu filho;

3-  Converse com os pais que têm filhos matriculados, para saber melhor das experiências.

Tudo isso é recomendado, pois muitas escolas adotam o conservadorismo e outras são mais modernas em adesão às tecnologias, além do ensino religioso. Assim, achar uma escola que atenda às necessidades educacionais do seu filho e que coincida com a educação da família, ajudará a evitar problemas futuros.

Hoje, há muitos relatos de conflitos entre alunos e professores e infelizmente, se percebe que muitas famílias deixaram a “educação” literalmente para as escolas, sendo que a função é somente ensinar. 

A comunicação entre família e escola fica cada dia mais restrita e complicada. Porém, é uma falácia considerar que a escola é boa somente por ser paga, porque há muitas escolas públicas exemplares, pois o que importa mesmo é o interesse do aluno em aprender, e se o ensino é orientado em casa. 

Não há como ter um filho que ame ler livros se não há exemplos em casa, portanto o ensino é um ciclo vicioso que começa em casa e se estende a escola.

Outro ponto importante são escolas acessíveis, incluir seu filho num ambiente de diversidade é bom para a experiência social e para a inclusão dessas crianças especiais, para que não se sintam vivendo em mundos diferentes.

 

Então, boa aventura e vamos rumo ao conhecimento.

 

Momento DTC – Juntos com você!